macOS tem nível inaceitável de malwares, diz executivo da Apple

O depoimento de um executivo de alto nível da Apple em mais um dia de julgamento no processo contra a Epic Games gerou declarações curiosas a respeito de um dos sistemas operacionais da empresa.

O vice-presidente de software da Apple, Craig Federighi, comentou que a plataforma macOS não é tão segura quanto a empresa gostaria. “Hoje, nós temos um nível de malware no Mac que não achamos aceitável, e que é muito pior do que no iOS”, comentou.

Segundo Federighi, alguns de seus parentes já pegaram malware no Mac, mas ele “em última instância” acredita que o Mac é seguro desde que o usuário tome os cuidados necessários durante a navegação. Por outro lado, o iOS é tido por ele como uma plataforma muito mais controlada, já que aplicativos só podem ser baixados da loja virtual da própria companhia e a taxa de infecções é bastante reduzida.

O macOS pode virar fechado?
O vice-presidente, entretanto, não acha que mudanças serão realizadas no macOS para modificá-lo em curto prazo. Ele também comentou que o rival Android tem “algo como 50 vezes mais malware do que o iOS”.

O tema foi citado no depoimento porque a Epic critica o modelo de loja fechada do iOS, que envolve o pagamento de taxas sobre microtransações e a impossibilidade de download por lojas de apps terceirizadas. A desenvolvedora alega que a Apple controla demais a plataforma móvel, enquanto o modelo de download de aplicativos para Macs já é relativamente seguro e funciona. O julgamento deve terminar na próxima segunda-feira (24).

Fonte: TecMundo

Postado em 20 de maio de 2021