Brasil registra 2.485 mortes por Covid-19 nas últimas 24h e passa de 441 mil vidas perdidas por conta da pandemia

Após registrar 2.485 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, o Brasil acumula 441.864 óbitos pela doença até esta quarta-feira. Os dados foram reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa formado por O GLOBO, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo, que compila informações divulgadas pelas secretarias estaduais de Saúde.

No último dia, o país teve 79.706 pessoas diagnosticadas com infecção pelo novo coronavírus, totalizando 15.815.191 casos até agora.

A média móvel de sete dias do número diário de mortes no país agora está em 1.944, o que representa variação de -14% (tendência de estabilidade) nas últimas duas semanas. Os três estados com maior aumento (ou menor redução) percentual no número de mortes são Amazonas (28%) e Bahia (7%).

A Secretaria de Estado da Saúde do Piauí informou que ontem foram registrados 14 óbitos nas últimas 24 horas por Covid no estado. No entanto, foram somados 107 óbitos ocorridos em outros meses, mas que estavam em processo de investigação.

A média móvel de sete dias se refere aos números de mortes e casos do dia e dos seis anteriores. A medida é comparada com a média de duas semanas atrás para indicar se há tendência de alta, estabilidade ou queda na epidemia. O cálculo é um recurso para conseguir enxergar a tendência dos dados abafando o “ruído” causado pelos finais de semana, quando a notificação de mortes se reduz por redução de mão-de-obra.

Das 27 unidades da federação, 2 estão com o número de óbitos em viés de elevação nas últimas duas semanas, e 14 estão com os números em queda. Outras 11 permaneceram em tendência estável (variação menor de 15% para mais ou para menos).

Levando em conta o número diário de resultados positivos em diagnósticos, a última quinzena teve variação de 9% (tendência de estabilidade) em escala nacional.

Fonte: O Globo

Postado em 19 de maio de 2021