Dia das Mães na linha de frente de combate à Covid-19

Salvar vidas faz parte da missão do Sistema Hapvida. Neste domingo (09/05), é comemorado o Dia das Mães, e nem todas poderão estar ao lado dos seus filhos nesta data tão especial. Mas é por um motivo bastante nobre: para levar mais saúde aos pacientes, muitas mães estarão de plantão trabalhando na linha de frente de combate à Covid-19.

É o caso da enfermeira Claudineide Felipe Bezerra, mãe de duas meninas, de 04 e 11 anos, e que estará de plantão neste domingo no Hospital Celina Guimarães.

A profissional de saúde afirma que se sente grata por estar trabalhando e “cuidando de outras mães que estão passando por um momento tão difícil, enfrentando o coronavírus”.

Érica Patrícia dos Santos é mais uma mãe e enfermeira. Ela tem dois meninos, de 02 e 09 anos. Ela também estará de plantão. “É uma data que mexe com nós todas que somos mães, mas em saber que estamos cuidando de mães de outras pessoas que nesse momento tão difícil é gratificante demais”, ressalta.

Com muita empatia, a profissional coloca que o objetivo da data neste ano é tornar o domingo das mães que estão doentes mais alegre possível. “Vamos cuidar, acolher e dar carinho a essas mães que estão sem seus filhos há vários dias”, complementa Érica.

E para mostrar toda a importância dessas mulheres, o Hospital Celina Guimarães comemorou o Dia das Mães com todas as suas colaboradoras nesta sexta-feira (07), com exibição de um vídeo com filhos das profissionais cantando para elas e distribuição de brindes.

Postado em 9 de maio de 2021