Queiroga quer checar se as pessoas estão mesmo morrendo de Covid, diz jornal

O cardiologista Marcelo Queiroga está disposto a ser, como Eduardo Pazuello, um capacho de Jair Bolsonaro, pelo que relata Lauro Jardim em O Globo.

Segundo o colunista, em conversas com médicos, o futuro ministro da Saúde disse que, ao assumir, pretende ir aos hospitais para conferir pessoalmente se as UTIs estão lotadas e se as pessoas estão mesmo morrendo de Covid — o presidente já colocou essas informações em dúvida.

Queiroga também tem se mostrado preocupado com a vacina de Oxford —a única de que o Brasil dispõe por enquanto, além da Coronavac— e diz que a suspensão de sua aplicação em países europeus deve ser acompanhada com muita atenção. A vacina já voltou a ser aplicada na União Europeia, depois que a agência de medicamentos do bloco concluiu que não existe relação entre o imunizante e os casos de trombose que acometeram pessoas vacinadas.

Fonte: O Antagonista

Postado em 19 de março de 2021