(84) 99605-4179

Para escapar de ação do MPF, governo apaga propaganda com crianças brancas

O governo conseguiu evitar que o MPF avançasse em um procedimento contra uma peça publicitária produzida com a foto de crianças. Todas brancas.

Em 22 de abril, ao divulgar o Pró-Brasil, programa para a retomada da economia no pós-pandemia, a Casa Civil usou a imagem das crianças junto ao slogan “Pátria Amada Brasil”.

A peça foi criticada por movimentos sociais. Acionado, o MPF viu descumprimento do decreto que trata da comunicação do governo. Entre outros, ele prevê a “valorização da diversidade étnica e cultural e respeito à igualdade e às questões raciais, geracionais, de gênero e de orientação sexual”.

O governo alegou ao MPF que não era uma peça publicitária, mas apenas uma apresentação de PowerPoint para auxiliar o ministro Braga Netto a explicar o programa. E, para evitar mais problemas, a Casa Civil retirou a imagem de seu site.

Essa decisão fez com que o MPF arquivasse o procedimento: mas com “o compromisso da Casa Civil da Presidência da República de obediência ao Decreto nº 6.555/08” e “sem prejuízo da instauração de novo apuratório em caso de alteração do cenário fático-probatório atual”.

Fonte: O Globo

Postado em 4 de novembro de 2020