Deputada Natália Bonavides participa de ocupação terras em Goiás

A deputada federal Natália Bonavides (PT) foi alvo de diversas críticas, ao longo do fim de semana, após participar de uma ação promovida pelo Movimento Sem Terra (MST) na cidade de Anápolis, em Goiás, quando o grupo ocupo a fazenda Agropastoril Dom Inácio, que pertence ao médium João Teixeira de Farias, o João de Deus.

A ocupação aconteceu na última quarta-feira, 13, e fez parte da Jornada Nacional de Lutas das Mulheres Sem Terra, que protagonizou mobilizações em todo país. A ação foi divulgada pela deputada potiguar através das próprias redes sociais.

“O Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra ocupou o latifúndio de João de “Deus” como forma de denunciar as violências sexuais sofridas por mulheres e pleitear reforma agrária. A Justiça também decretou a prisão do “médium” por posse ilegal de armas de fogo. O Ministério Público e a Polícia também apuram denúncia de lavagem de dinheiro. Apoiamos a manifestação, que ocorre no mês de março, mês de luta pelos direitos das mulheres”, escreveu a deputada, em nota publicada nas redes sociais

No último sábado, 16, o vereador Cícero Martins (PSL) criticou a atitude da deputada federal, que até o ano passado era colega dele na Câmara Municipal de Natal. “Esse povo só tem um neurônio, e nele está escrito: Lula Livre”, disse Cícero Martins por meio das suas redes sociais.

O vereador ainda pegou uma foto da participação da vereadora e fez uma montagem. Ele colocou frases recriminando a postura da parlamentar potiguar. “Vergonha para o RN”, escreveu.

Fonte: Agora RN

Postado em 18 de março de 2019