Moro determina atuação federal para conter crise de segurança no Ceará

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, determinou nesta quinta-feira 3 que a Polícia Federal (PF), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) tomem as providências necessárias para auxiliar o Ceará no combate aos atos de violência ocorridos ao longo do dia.

Segundo nota divulgada pelo Ministério da Justiça, a decisão visa dar apoio imediato ao estado, solicitado pelo governador Camilo Santana (PT). Em relação ao pedido do petista pelo envio de homens da Força Nacional, a pasta afirmou que as tropas estão mobilizadas, mas que serão enviadas apenas em caso de “deterioração” da segurança no estado.

Na decisão, Moro orienta PF, PRF e Depen a atuarem na “investigação e repressão aos crimes registrados, incluindo a disponibilização de vagas no sistema penitenciário federal”. O ministro sugeriu que Camilo Santana forme um gabinete de crise, integrando as forças policiais federais e estaduais.

Ao longo do dia, ocorreram mais crimes contra patrimônios públicos na capital cearense e região metropolitana. Sete adultos foram presos e quatro adolescentes, apreendidos por suposta participação nas ações criminosas, que teriam sido convocadas por facções criminosas.

Fonte: Veja

Postado em 4 de janeiro de 2019