RN terá 7.791 seções eleitorais e pleito custará mais de 7 milhões

No próximo dia 7 de outubro, 2.373.619 eleitores estarão aptos a votar no Rio Grande do Norte. Este ano, além de eleger o novo presidente da República, os brasileiros escolherão deputados federais, estaduais, dois senadores por estado e o governador. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do estado dá continuidade aos preparativos para o pleito de 2018.

De acordo com o TRE-RN, o primeiro turno das eleições 2018 no estado custará R$ 7.299.184. Serão 7.390 urnas distribuídas em 7.791 seções eleitorais. O estado possui 60 zonas eleitorais espalhadas nos 167 municípios potiguares. O pleito deste ano vai envolver o trabalho de 34.511 pessoas, entre mesários, supervisores, servidores, mesários e terceirizados.

Durante o período de preparação para as eleições, o tribunal definiu o horário de funcionamento em regime de plantão que funciona desde o dia 15 de agosto até 12 de outubro. O prazo poderá ser estendido até 11 de novembro, caso haja segundo turno.

Os órgãos da Justiça Eleitoral potiguar funcionarão, nos dias úteis, de segunda a sexta-feira no horário das 12h às 19h. Durante os sábados e domingos, das 14h às 19h. Os Cartórios Eleitorais da capital e do interior funcionarão das 8h às 13h, para atendimento ao público externo, e das 13h às 15h, em expediente interno. As Seções de Análise de Contas Eleitorais e Partidárias e a de Processamento de Feitos permanecerão em regime de plantão até o dia 16 de dezembro de 2018.

Número e perfil dos eleitores do Rio Grande do Norte
A capital potiguar é a cidade com o maior número de eleitores, que somam 557.109. Mossoró, na Região Oeste do estado, é a segunda com 174.189 com pessoas aptas a votar. Já Parnamirim, na Grande Natal, é a terceira em número de eleitores com 119.014. Dos 2.373.619 eleitores aptos a votar no estado, 53% são mulheres e 47% são homens.

Fonte: OP9

Postado em 20 de agosto de 2018