Fundadora do Femen é encontrada morta em seu apartamento de Paris, anuncia grupo

Uma das fundadoras do grupo ucraniano Femen foi encontrada morta em Paris, anunciou o conjunto feminista nesta terça-feira. O corpo de Oksana Shachko estava em seu apartamento na capital francesa.

“Descanse em paz. A mais destemida e vulnerável Oksana Shachko nos deixou. Nós sofremos junto a seus parentes e amigos e esperamos uma versão oficial da polícia. Até o momento, é sabido que ontem, 23 de julho, o corpo de Oksana foi encontrado em seu apartamento de Paris”, escreveu a cofundadora do grupo Anna Goutsol em uma rede social.

A líder da organização, Inna Chevtchenko, contou à agência France Presse que a colega se suicidou. Segundo amigos, Oksana deixou uma carta de despedida.

“Oksana foi encontrada ontem, em Paris, em seu apartamento. Ela se suicidou”, explicou Inna.

Fundado em Kiev em 2008 por três militantes e Oksana, o movimento do Femen ganhou notoriedade na Europa pelos protestos — em geral, com os corpos despidos — contra o turismo sexual, a homofobia e as instituições religiosas. Exilada na França desde 2013, a jovem deixou a organização e continuava seu trabalho como pintora.

Fonte: Extra

Postado em 24 de julho de 2018