ABC, Globo e os 18 pontos na tabela “embolada” da Série C

Não é de hoje que falamos da “embolada” tabela da Série C do Grupo A. Com os últimos resultados, após os jogos deste sábado (14), as equipes potiguares com o mesmo número de pontos na tabela seguem vivas na briga, não só pela permanência na Série C, mas pela classificação para a disputar o acesso à Série B em 2019. ABC e Globo tem 18 pontos, um a menos que o 4ª colocado do grupo e oito a menos que o líder Atlético-AC.

O sobe e desce nas posições da chave só permitiu que os atleticanos ficassem fora do risco do rebaixamento durante o Campeonato. De volta a terceira divisão após 23 anos, com a menor folha salarial, o Atlético-AC não perdeu o foco e o topo do grupo. Mas isso não significa “ganhar todas”. Neste sábado, por exemplo, foi goleado pela Juazeirense que é a 8ª colocada do grupo. Porém, os três pontos a menos, não ameaçaram sua liderança que segue com uma boa vantagem: 26 pontos.

O Globo vem de uma sequência estável com Higor César, sem perder. Contra o Santa Cruz, neste sábado (14), sofreu a pressão do time comandado por Roberto Fernandes no estádio do Arruda, mas o centroavante Max não deixou os tricolores potiguares voltarem pra casa de malas vazias e empatou no último lance em 1 a 1. Empate = 1 ponto = 18 e 7ª posição na tabela.

O resultado do tricolor poderia ter sido melhor. A vitória no Arruda credenciaria a Águia de Ceará-Mirim a voar até o G4. Mas empatar, pontuar, sempre será melhor que perder, principalmente, se o jogo é fora de casa. Os pontos perdidos do Globo foram desperdiçados no Barretão quando o tricolor empatou com a Juazeirense na 13ª rodada – esse resultado sim, tinha mais gosto de derrota.

O ABC vinha de uma enxurrada de problemas dentro e fora de campo. O técnico Ranielle Ribeiro sofreu a pressão dos números, da torcida, dos jogadores e da sua permanência no cargo após uma sequência de sete jogos sem vitórias. A crise no vestiário foi comprovada com o afastamento de jogadores do grupo, principalmente, do homem de referência da defesa – o zagueiro Tonhão.

Ranielle teve que montar uma nova estratégia. O primeiro teste contra o Botafogo-PB não deu certo, a equipe perdeu por 2 a 0 – a pressão só aumentou. Durante esta semana, outras alterações foram feitas, teve uma conversa séria com elenco, testes no campo e novas apostas foram realizadas. Desta vez, o resultado foi satisfatório não só pela goleada contra o Confiança, neste sábado, mas pela postura da equipe em campo – trabalho coletivo em todos os setores.

ABC ocupa a 5ª posição na tabela, atrás justamente do Confiança que tem 19 pontos. A goleada reascendeu a esperança do grupo que entrou em campo pra brigar pela permanência na Série C e saiu com o sabor da disputa pelo acesso à B. Vitória = 3 pontos = 18 e 5ª posição.

Se os números mostram que “ainda dá” pra brigar, as equipes precisam fazer a parte delas em campo: vencer. Enquanto o Globo vai buscar a vitória bem longe, no Acre, contra o líder que ainda não perdeu em casa, no Florestão, o ABC vai receber o Salgueiro no Frasqueirão – a equipe pernambucana está na zona de rebaixamento precisa de pontos pra escapar da degola, ou seja, não tem jogo fácil. Mas, ainda dá.

Fonte: OP9

Postado em 16 de julho de 2018