PM desarticula em Natal central de comunicação do crime organizado

Policiais do Batalhão de Choque desarticularam na tarde desta quinta-feira (5) uma verdadeira central de comunicação do crime organizado em Natal. A operação foi realizada na comunidade Beira Rio, no bairro de Igapó, na Zona Norte de Natal. Esse é o mesmo local onde foi encontrado um corpo decapitado na tarde de quarta-feira.

Por conta do corpo encontrado ontem, os policiais do 4º Batalhão resolveram retornar ao local. E foram recebidos à bala. Após isso, o Batalhão de Choque foi acionado. Foram pelo menos 10 viaturas da polícia para o local.Na incursão houve confronto com criminosos e um homem morreu. Ele ainda não foi identificado.

No local, a Polícia encontrou diversos rádios comunicadores e coletes à prova de bala, alguns de propriedade de empresas de segurança (possivelmente roubados). Além disso foram presos um homem e uma mulher. Todo o material foi encaminhado para a Delegacia de plantão da Zona Norte.

A polícia acredita que os rádios seriam usados para montar uma central de comunicação do crime organizado em Natal. Os policiais consideram que essa apreensão foi muito importante para a manutenção da segurança na cidade.

A Beira Rio é um das duas comunidades que atualmente é alvo de disputa de território por facções criminosas. Essa área fica à direita da extremidade da ponte de Igapó, no sentido Quintas – Zona Norte. Já a comunidade do Mosquito fica na outra extremidade da ponte, nas Quintas.

No final de semana, inclusive, a passagem de motoristas pela ponte de Igapó ficou insegura devido a conflito entre esses dois grupos de criminosos. Essa região da cidade tem se notabilizado pela quantidade de mortes e pela ocorrência de conflitos armados envolvendo grupos do crime organizado em Natal

No último confronto, inclusive, foi constatado pelos policiais o uso de munições pesadas pelos grupos criminosos. Desde a semana passada a Polícia Militar dá atenção maior a essa área da cidade com o objetivo de garantir a segurança dos que residem na região e dos motoristas que passam pelo local.

Fonte: OP9

Postado em 6 de julho de 2018