IDP, de Gilmar Mendes, recebeu R$ 12 milhões em dinheiro público

O IDP, de Gilmar Mendes, não enriqueceu apenas com o patrocínio de empresas enroladas no STF.

A Crusoé revela que, desde 2014, o IDP recebeu também quase 12 milhões de reais em dinheiro público.

Em particular, dos governos de Goiás, Maranhão e Alagoas, em troca de cursos para servidores.

Fonte: O Antagonista

Postado em 6 de julho de 2018